Quem somos ?

Sumário:

1. Histórico da nossa descoberta e de nossas atividades desde 1995
2. Nossa equipe

1. Histórico da nossa descoberta e de nossas atividades desde 1995.

– 1781: a inspiração da nossa descoberta foi uma experiência de um médico e físico italiano que, em 1781, descobriu que a eletricidade estática era capaz provocar uma contração muscular.

1995: Jean-Marc WILVERS se inspira nos trabalhos do Dr. Luigi GALVANI (século XVIII), e entende a causa essencial do desencadeamento das câimbras.

Ele então criou sistemas de neutralização de eletricidade estática, usando fios de cobre e um balde de água. Em seguida, ele desenvolveu uma almofada antiestática, chamada MAGICRAMP: foram os primeiros usuários que sugeriram esse nome, porque acharam que seus efeitos eram “mágicos”. O Magicramp é realmente a solução mais eficaz e prática para ser usada em casa.

– 1998: início da comercialização “limitada” na Bélgica. – 2008: Jean-Marc WILVERS muda-se para o Brasil e começa a desenvolver a fabricação e distribuição na América Latina. – 2017: como não tinha Registro da ANVISA, a Vigilância Sanitária suspendeu a fabricação e a venda no Brasil.

2018: um primeiro estudo em termo fotografia, realizado na UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo) demonstrou a eficácia do MAGICRAMP contra intolerância grave em pacientes portadores do SPP (Síndrome Pós-Poliomielite). Depois disso, um estudo randomizado em duplo cego com placebo confirmou os efeitos.

– Fim de 2021: Marc TELLER entra na empresa e otimiza o desenvolvimento das atividades na Europa.

– 2022: Marc TELLER funda a empresa MAGICRAMP EUROPE SRL para fabricação e distribuição na Europa. Enquanto a empresa brasileira cuidará da comercialização na América Latina, bem como do desenvolvimento de novos produtos, pesquisa científica e estudos clínicos.

– 2023: lançamos o site Magicramp em alemão, bem como o início das vendas nos países de língua alemã! – 2023: novo estudo clínico randomizado em duplo cego com placebo, e realizado no Hospital Araújo Jorge (Goiânia), comprovou a eficácia do MAGICRAMP em 84,6 % dos casos de câimbras muito fortes devidas a quimioterapia. – 2024: nossa empresa EFINAT Ltda recebe da ANVISA a AFE como Fabricante de material para Saúde. Voltamos a vender no Brasil

Nossa equipe

MACÁRIA DE MASCENA

  • Gerente da empresa EFINAT Ltda.
  • Esposa do Jean-Marc EFINAT Ltda.
  • Responsável da administração geral.
  • Atende às chamadas 7 dias por semana entre 8h e 20h no Brasil.

Jean-Marc Wilvers

  • Inventor e desenvolvedor do Magicramp.
  • Responsável pelos estudos clínicos e publicações.
  • Editor responsável do site.
  • Atende às chamadas 7 dias por semana entre 8h e 20h no Brasil, ou entre 13 e 23h na Europa).

MARC TELLER

  • Responsável pelo desenvolvimento e segurança do site.
  • Gerente da empresa Magicramp Europe Ltda, sediada na Bélgica.
  • Responsável pelas faturas e acompanhamento financeiro na Europa.

BRUNO CÉSAR FERNANDES DE OLIVEIRA

  • Responsável Técnico (R.T.) da empresa.
  • Registro CRQ n° 12400446.

Estudos Clínicos

Z

2022 :

Um dos hospitais mais renomados do Brasil em oncologia concorda em realizar um estudo clínico sobre as câimbras (muito fortes) em pessoas durante ou após a quimioterapia. Estamos muito confiantes nos resultados que serão obtidos. Mais informações nos próximos meses…

Z

2018 :

Um primeiro estudo clínico em termo fotografia foi publicado (e apresentado no Congresso Nacional de Neurologia de São Paulo e no Congresso Internacional de Doenças Raras de Boston), demonstrou claramente que a redução da carga iônica, neutralizando localmente a eletricidade estática das pernas, causava um aumento na temperatura dos membros inferiores e diminuía significativamente as sensações de frio nos pés das pessoas com S.P.P. – Síndrome pós-poliomielite.

Um segundo estudo demonstrou efeitos mistos sobre diversas dores musculares (câimbras e outras) das mesmas pessoas. Estudos específicos sobre câimbras, pernas inquietas e dores de crescimento são necessários.

Z

2017 :

Uma equipe da UNIFESP – Universidade Federal de São Paulo (Brasil), finalmente se interessou pelo estudo, desde que pudesse comprovar os efeitos do MAGICRAMP em doenças graves. Um teste em algumas pessoas com SPP (Síndrome pós-poliomielite, uma doença muito grave que afeta 25% dos sobreviventes da poliomielite) foi muito positivo.

Z

2010 :

Tentativas de convencer os médicos a realizar um estudo clínico: ninguém queria, pois se tratava de um tratamento não medicamentoso para as câimbras. Além disso, as câimbras e as dores de crescimento não são doenças, mas são qualificadas pela medicina como “sintomas benignos”.

Abrir bate-papo
Olá 👋
Como podemos ajudá-lo?